Este sou um pouco eu

Amante da vida.
Apaixonado por meus filhos.
Encantado pela minha esposa.
Maravilhado pela ciência, pela verdade e pelo social.
Aprendiz das letras.
Letras, são elas que me libertam hoje a alma, e permitem ao meu espírito crítico, ético , social e científico, ganhar liberdade.

Escrevo por que não consigo falar para muitos,
Mas caso pudesse falar, escreveria também.
Escrever é uma virtude, um vício e um prazer.
Escrever é parte de mim.
Pode não ser uma escrita lírica ou poeticamente bonita,
porém é sincera, e fruto de muita verdade do que sinto, e do que penso.

Tento jamais ofender os que me leem, apesar de que muitos discordarão do que escrevo, mas a liberdade de opinião é um direito inalienável que deve ser defendida a todo custo, concorde eu, ou não, com os que de mim discordem.

Se minha escrita não for pela dignidade humana, melhor que não escreva. Se meus textos ofenderem a humanidade ou a vida, melhor que minha mão se perca, que minha pena se parta, que o papel me falte, e que o computador se quebre.

Sou livre enquanto minha liberdade for ética.
Sou ético, enquanto minha ética puder dignificar a humanidade.
Sou humano, apenas enquanto entender a força do AMOR.


Carpe Diem - Com Amor no coração, uma caneta na mão, ou um teclado em qualquer posição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real