Cada um tem a vida que merece?


Não concordo que cada um tenha a vida que merece.

Para mim isto não é verdade. Seria muito bom que assim o fosse, mas infelizmente não é esta leitura que faço do mundo.


A existência social é um complexo entrelaçamento de fatos e situações, e nos é impossível termos total controle sobre ela. O que muitas vezes denominamos merecimento ou punição é simplesmente o resultado deste quase infinito emaranhado de situações, que acabam por convergir por múltiplos caminhos e díspares eventos presentes e passados, locais ou remotos, que em uma visão a posteriori, parecem comungar para o nosso merecimento ou nossa culpabilidade.

Basta que olhemos rapidamente ao nosso redor para racionalmente remover esta crença. Os fatos podem apenas ser controlados em uma pequena parcela de seu poder, na maior parte do tempo somos levados de roldão pelo potencial inimaginável de causas e efeitos que nos cercam.

Isto não significa que devemos desistir.

Saber interpretar corretamente a realidade que nos cerca e batalhar pela construção de algo digno, nos ajudam a trilhar o rastilho tortuoso e caótico de nossas vidas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real