Piscina negra

Piscina negra
Da vergonha do que somos
Da pobreza que criamos
Do abandono social que alimentamos


Piscina negra
Do sangue que exploramos

Piscina negra
Da riqueza material que acumulamos


Piscina negra
Da desumanidade que transpiramos

Do bom hipócrita que somos
Fizemos da piscina negra que represamos
A própria culpa do mal que praticamos
E do amor que nós mesmos teatralizamos
A nós mesmos nos enganamos
                                    Que a vida dignificamos


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Educação

Gostamos de exigir

Recomeçar

Livre arbítrio