Sinceridade X Verdade

O texto a seguir é um pequeno comentário do que entendo por sinceridade e por verdade.


Sinceridade
“Diz-se daquilo ou daquele em que não há hipocrisia ou fingimento. Possui probidade na intenção ou no falar.”

Sinceridade é um estado de espírito, em que não se deseja mentir, em que não há falsidade ou hipocrisia. A sinceridade está ligada a intencionalidade e a pessoalidade. Está ligado ao valor humano de um ato, pensamento ou fala. (Valores são pessoais, e dependem da psicologia do ser, que por definição é único.)
Um pessoa pode ser sincera e estar falando uma mentira, mas para quem o fala, aquilo é uma verdade, alguém é sincero quando expressa (fala ou age) exatamente o que acredita, o que sente, e o que percebe, mesmo que sua crença não reflita a verdade, mesmo que seu sentimento a esteja enganando, ou mesmo que sua percepção esteja distorcida por falha nos sensores, por filtros preconceituosos ou por alguma displicência. 

O oposto de sincero seria mentiroso.


Verdade
“A verdade subjetiva é uma interpretação mental da realidade transmitida pelos sentidos, confirmada por outros seres humanos com cérebros normais e despidos de preconceitos. Verdade significa o que é real ou possivelmente real dentro de um sistema físico.” Cabe lembrar que acredito que a verdade objetiva exista e é única, mesmo que subjetivamente possamos nunca ter acesso a algumas delas.A verdade objetiva está relacionada ao fato em si, independe da intenção. 
O verdadeiro (subjetivo) está ligado a compreensão, por várias pessoas, de que um fato é real, de que pode ser repetido ou refutado em alguns casos como inverídicos, impossíveis ou ilógicos. A verdade objetiva há de ser absoluta, relativa pode ser a interpretação desta e de qualquer verdade (verdade subjetiva).

O oposto de verdade seria falso.


Sincero está para um valor humano e pode ser percebido diferentemente por diferentes pessoas. 


A verdade objetiva faz referência a realidade de um fato, de um evento. A verdade independe dos valores. Posso gostar ou não, posso ou não aceitar algum valor, mas a verdade em si é independente da valoração que possamos ter, ou fazer de algo.


Um forte, sincero e verdadeiro abraço, a todos, e em especial à minha Família.
Sincero enquanto nascido do fundo do coração, e repleto de um valor que dignifique a amizade que nos une, ou a vontade de transmitir força, carinho e afeto, a todos quanto aceitarem meu abraço.
Verdadeiro, enquanto refletindo a ação física/mental de transferir boas energias e um carinho digno dos verdadeiros AMIGOS, ou daqueles que buscam a dignidade humana.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros