A morte


A morte, do ponto de vista físico-químico (natural) é um retorno dos elementos que nos compõe ao ciclo natural desta mesma natureza.


Do ponto de vista do ser, é uma ida ao nada que sempre fomos antes de um dia sermos, e que jamais saberemos que um dia fomos. É um retorno ao estado natural de nada ser, mas é ela também, um belo motivo para amarmos profundamente o curto espaço de tempo de nosso viver, entre os momentos de que nada fomos e de que nada mais seremos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros