Eu amo - Eu minto


Do:

Eu amo.
Tu amas.
Ele ama.
Nós amamos.
Vós amais.
Eles amam.

    Deriva o:


       Eu minto.
       Tu mentes.
       Ele mente.
       Nós mentimos.
       Vós mentis.
       Eles mentem.

Basta olhar o mundo.
Basta sentir o descaso humano, a exclusão social, a desumanidade, e a fome de mais de 870 milhões de seres humanos no mundo, segundo a própria ONU.

Ou então no mínimo, deveríamos ter a coragem de assumir a conjugação como:

  Eu amo os meus.
   Tu amas os teus.
    Ele ama os dele.
     Nós amamos os nossos.
      Vós amais os vossos.
       Eles amam os deles.

E todos amam seus interesses.




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Não creio que exista alguma lei do retorno

Não perca tempo tentando provar que você é uma boa pessoa

Carta de Richard Dawkins para sua filha, quando ela (Juliet) completou 10 anos

Educação