Individualidade

Individualmente somos alguns, coletivamente somos muitos. Mesmo em nossa individualidade não conseguiremos ser apenas um, pois que nossa “vida” mental, por si só, é composta por muitos e variados seres de cada um de nós. No máximo seremos a cada instante a emergência de um, mas pode ser que já no momento seguinte, outro de mim assuma o controle temporário. Isto é bom? Isto é ruim? Sinceramente não sei, sei apenas que seria ingenuidade de minha parte acreditar que conscientemente possuo controle total sobre mim, e sobre todos que me fazem ser.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Educação

Transgressões éticas

Carta de Richard Dawkins para sua filha, quando ela (Juliet) completou 10 anos

Empatia