Ciência, fatos e refutação

Para a ciência os fatos são importantes, mas no mínimo tão importantes quanto, é a forma como os descobrimos, como pensamos neles e sobre eles, e é a forma como tentamos refutar nossas, ou dos outros, assertivas acerca daqueles fatos, e do como foram conseguidas. Em ciência, diferentemente de como se comportam outras entidades, a refutação não é percebida como alguma ofensa, mas sim como uma forma de maximizar a verdade na realidade natural. Refutar, ou melhor, tentar de todas as formas refutar, deve ser a marca natural de todo e qualquer livre pensador, de todo pensador minimamente crítico e racional, e assim de todo e qualquer cientista sério. Como nunca poderei provar que uma verdade positiva, em ciência, seja 100% verdadeira sobre todo e qualquer escopo, sobre todo e qualquer experimento, pois que nos é impossível testá-lo sobre todo e qualquer escopo. Uma refutação, por si só, já nos mostra que no mínimo a assertiva, ou a teoria, está falha ou incompleta, podendo inclusive estar totalmente erada no seu enredo físico-natural.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Educação

Livre arbítrio

Recomeçar

Gostamos de exigir