Independente do quanto chova, viver é preciso

Independente do quanto chova, sempre existirá um dia em que a chuva para.

Independente do estrago que a chuva faça, se não morremos, sempre poderemos recomeçar.

Independente da duração em tempo que a chuva leve, sempre aprenderemos a caminhar na chuva.


Independente de hoje não estar chovendo, tenhamos a certeza que um dia ela vem, sob a forma de garoa ou temporal, ela já está a caminho.

Com chuva ou com sol, em paz ou em tumulto, viver é necessário, e havemos de aprender a fazê-lo. Entregarmo-nos nada resolve. Vivermos de uma esperança que pode nunca chegar, não nos leva a lugar algum, resta-nos então caminhar, viver, amar, e buscar nossa felicidade, desde que esta não custe a infelicidade de outros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros