A vida, sua biomassa é basicamente composta dos quatro elementos mais comuns no universo, Série Curiosidades 6

Apenas para atiçar um pouco mais a curiosidade, referente à vida, gostaria de comentar que compondo cada ser vivo em nosso planeta estão, principalmente, quatro elementos químicos: Hidrogênio, oxigênio, carbono e nitrogênio. Todos os demais elementos juntos contribuem com menos de um por cento da massa de qualquer organismo vivo. Estes quatro elementos que constituem a maior parte absoluta de toda a biomassa neste planeta, coincidem com a lista dos seis elementos mais abundantes no universo. Os outros dois nesta lista, são o hélio e o neônio que quase nunca combinam com qualquer outra coisa. Isto implica que do ponto de vista de abundância, a vida na terra consiste dos elementos mais abundantes no universo, e quimicamente mais ativos no cosmo. Isto por si só parece ajudar a crença de que se a vida surgiu aqui, deva também ter surgido em muitos outros lugares. Se a vida em nosso amado planeta consistisse basicamente de outros quatro elementos, raros no universo, como o nióbio, o bismuto, o gálio, e o plutônio, teríamos uma excelente razão para pensarmos que a vida representaria uma raridade, algo de muito especial no universo, ao contrário disto, a vida por aqui nos faz ter uma ideia diferente, que do ponto de vista físico-químico a vida se utilizou de elementos muito comuns em todo o universo, e que assim, pode ela ser comum fora da terra. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Não creio que exista alguma lei do retorno

Não perca tempo tentando provar que você é uma boa pessoa

Carta de Richard Dawkins para sua filha, quando ela (Juliet) completou 10 anos

Educação