Insanidade

Uma pequena parcela de insanidade é necessária para encarar a dolorosa realidade de abandono social da qual sou também corresponsável, pela omissão que realizo.

Quem me dera a insanidade batesse mais forte em minha alma vivente e me levasse a total entrega pela transformação social de nossa real sociedade.

Muitas vezes chego até a parecer humano, entretanto, inúmeras vezes sou uma “maquiagem” ambulante de humano, sou como que uma espécie de “avatar” humano, praticamente sem nenhuma real parcela de altruística humanidade.

Insana humanidade aquela que se omite enquanto se locupleta com o que pode.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Educação

Recomeçar

Gostamos de exigir

Livre arbítrio