Ser pai não é um ideal


Ser pai não é um ideal, ser pai é ser real. De herói a um amigo, de protetor a um parceiro, de provedor e a um companheiro. O pai há de diminuir para que o filho cresça, ser pai não é posse ou poder, ser pai é poder preparar, é ter a responsabilidade por dar ao filho o humano direito de ser plenamente humano, e ter no pai, quem sabe uma fonte de exemplos e carinho. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros