Um verdadeiro pai

Um verdadeiro pai não é aquele que somente fez o filho, mas é aquele que se refaz no filho, se refaz pelo filho e se refaz com o filho. 

Um verdadeiro pai não é aquele que se projeta no filho, mas é aquele que se “re”projeta pelo filho, se “re”projeta no filho e se “re”projeta com o filho.

Um verdadeiro pai não é o reprodutor, nem somente o provedor, mas é aquele que se entrega pelo filho, se transforma no filho e se dignifica com o filho.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O que somos?

Uma breve história, da semelhança à genética, e como a igreja se usou desta visão

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros