Variedade incrível de espécies

Lendo Edward O Wilson, tive acesso a alguns números, que já conhecia serem grandes, mas sou sincero em afirmar que aqueles números são realmente incrivelmente grandes. Desde 1735 quando Carlos Lineu, um naturalista sueco, facilmente identificado entre um dos mais conhecidos cientistas do século XVIII, e mesmo ainda hoje em dia, colocou em andamento seu sonho ambicioso de descobrir e identificar, catalogando, todos os tipos de plantas e animais do planeta, chegamos hoje a magníficos mais de 310.000 (trezentos e dez mil) plantas conhecidas e classificadas e, pasmem, mais de 1.900.000 (um milhão e novecentos mil) espécies conhecidas de seres. Estima-se que este número ultrapasse dez milhões (10.000.000), em especial com a contínua catalogação da diversidade de bactérias. São elas uma espécie de “matéria escura” biológica, estando em todos os lugares, do potencial maravilhoso da diversidade de vida. Hoje, apenas um pouco mais de 10.000 (dez mil) são conhecidas (número de 2013), mas este número cresce exponencialmente e chegará a acrescentar alguns milhões de novas espécies ao rol global de espécies conhecidas.


Não estão incluídos neste número os vírus, pois que não possuindo, eles próprios, os mecanismos de duplicação, não são pela maioria reconhecidos como seres vivos, o que ainda é digno de discussão, entretanto, se algum dia os vírus ganharem status de espécies vivas, a explosão do número total de espécies se tornará muito mais acentuada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros

O que somos?

Libertário não significa desordem e nem aceitar as justificativas meramente liberais, não obstante em alguns pontos, meu ideal libertário e alguns princípios liberais se sobreporem