O impossível é aquilo que ainda não foi descoberto

“O impossível é aquilo que ainda não foi descoberto”, li isso num comentário feito ao livro “O maior de todos os mistérios” de Nicolelis. Desta forma o impossível é um conjunto que tem no seu escopo tudo aquilo que ainda não se conhece, que ainda não foi descoberto. Entendo que no seu extremo de interpretação, a frase inicial pode parecer desejar nos levar pelo caminho de que tudo é possível, bastando apenas tempo para que consigamos chegar até ele, e conhecer seus meandros, o porquê “se manteve” arredio ao nosso entendimento, a nossa descoberta, mas em nome de uma sinceridade minha, não consigo acreditar que tudo seja possível, e nem creio sinceramente ter sido este o desejo de seu autor. É verdade que no mundo real existem muitas coisas que podem parecer impossível, mas que com conhecimento, com pesquisa, com esforço, até mesmo por pura fatalidade da sorte, venhamos e descobrir e nos perguntemos: Caramba, que interessante, como pudemos levar tanto tempo longe de tal descoberta? Desta forma temo, baseado no que creio, que não pode ser entendido como verdade absoluta ou como saber absoluto, que para todo o sempre existirão perguntas sem respostas, assim, no escopo do hoje impossível, parte, se não nos destruirmos antes, será, com boa certeza, descoberta e deixará de ser impossível, mas outras coisas, até mesmo mais além de cada nova descoberta, podem ficar para o todo como impossibilidades,  sem falar das impossibilidades lógicas e matemáticas, ou mesmo das impossibilidades naturais.


#ateuracional

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Educação

Livre arbítrio

Recomeçar

Gostamos de exigir