Tudo tem um fim.

Tudo tem um fim.
Eu jamais gostei dos fins. Mas que diferente fim posso eu dar ao fim que tudo terá?
Sou um homem dos meios, das médias, um homem dos bastidores, um homem do experimentar a vida longe dos palcos teatrais, porem perto do palco real do dia a dia, onde sou ao mesmo tempo um nada frente ao real do universo, e um tudo frente ao meu realizar, longe da falaciosa impressão de poder, controle, e da consciência total, porem o mais próximo possível do que penso, do que sinto, e das verdades que busco.

Tudo tem um fim.
Eu também o terei.
Mas enquanto não chega o meu fim, faço do fim um meio para motivar, para realizar, o mais por inteiro possível, o meu eterno reinicializar.


#ateuracional

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real