De que adianta

De que adianta gritar se não tenho sequer certeza de que eu mesmo me ouço.
De que adianta reclamar se não posso me asseverar de que eu mesmo tenha entendido, aprendido, ou me transformado.
De que enfim adianta insurgir-me se sequer tenho certeza que compreendo de forma mínima o que é realmente viver, o que significa realmente amar, o que possa ser dignificar a essência da vida, e o que seja realmente me revoltar contra as imposturas sociais e humanas que acabamos assumindo como verdades.

Posso não ter todas as respostas, mas não as responder não significa que possa por isto me omitir da realidade cruel que assola boa parte da humanidade, onde mesmo aqueles que percebem a insana situação de abandono, exclusão, exploração, e omissão de muitos, acabam se omitindo, ou acreditando que basta a caridade para solucionar o caos social que está fazendo de nossa índole moral um conto de ficção frente a realidade imoral de nossa sociedade. A caridade é bela e necessária, mas não põe fim as mazelas que nós mesmos construímos.


Sempre adianta gritar, reclamar, insurgir-se, revoltar-se e insubordinar-se quando o ideal maior é a sociedade humana, quando o foco é o social, o humano ou o natural, que sinceramente me parecem abandonados ética, social e humanamente.

De que adianta? Sempre adianta tentar, sempre adianta caminhar, sempre adianta dar o primeiro passo, o que não adianta é esperar, é se omitir, é se esconder, é achar que o tempo corrige tudo. De que adianta? Adianta muito, mesmo que eu ainda não saiba me reconstruir, a vontade, aliada a ação e ao compromisso de pelo menos tentar, já é o início da minha transformação, mas somente se me pôr a caminhar, se me doar pelo que queira transformar, se sincera e honestamente focar esforços na ação, nas atitudes, nos comportamentos, e nas obras...


#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros