Desbravadores introspectivos

Desbravadores introspectivos, exploradores avançados do que podem ser, pioneiros de seu próprio ser, e precursores do que são, que buscam auto conscientemente conhecerem melhor e mais profundamente suas mentes, não são por si só melhores e nem piores que a média dos viventes, primeiro porque no máximo conseguem acesso a uma mínima parcela do seu processamento mental, que ocorre em quase totalidade no subconsciente de seu pensar, e segundo porque possuiriam tão somente mais ferramental e não necessariamente fariam um melhor ou pior uso deste ferramental.

Seriam mais curiosos? Talvez. Mas nem por isto poderiam necessariamente ser mais humanos ou sociais...

Seriam mais ousados? Não necessariamente, pois que a ousadia decorre da vontade e do comprometimento por mudanças e alicerçada em um sentimento de revolta, e conhecer-se por si só, não impõe necessariamente revolta alguma, ou estabelece algum comprometimento por aquela transformação.

Seriam entes motivadores ou referências de transformação? Infelizmente, é evidente que por si só, buscar se conhecer não implica em conscientizar-se da necessidade de se pôr a caminhar e a construir uma transformação que se inicia por si mesmo e se põe a fluir pelas suas ações, seus comportamentos, suas obras e atitudes.


#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros