Nossa aparência e o que somos

Algumas vezes nos preocupamos tanto com nossa aparência, como os outros nos veem, e o que pensam sobre nós, que nos esquecemos do que somos (pelo menos do que somos em essência e do que somos ao natural), e outras vezes nos preocupamos com nossa aparência exatamente para escondermos o que realmente somos.

Muitas vezes preocupamo-nos muito com nossa aparência quando desejamos ser o que não somos ou desejamos encobrir, disfarçando o que realmente somos.

Em momento nenhum estou dizendo que não podemos ter alguma preocupação com nossa aparência, mas gostaria de lembrar que devemos ter o cuidado de não confundirmos nossa aparência com o que realmente somos. O esforço maior deve ser dado na constante reconstrução do que melhor de nós for possível ser, pois mais importa o que somos. Importa também o que desejamos ser, enquanto motivador e trampolim para nossa transformação.

Cuidado com aquilo que muito queremos, pois, um dia pode ocasionalmente ocorrer que venha a virar verdade, e se o que desejávamos não for construtivo de um ser humano digno, você poderá estar mergulhando em um mar de lama ou em um caminho mental onde a volta pode ser quase impossível. Assim, o cuidado que devemos ter não é por desejarmos cuidar de nossa aparência, mas sim quando isto passa a ser uma fuga do que somos, ou uma maquiagem para nos fazer parecer aquilo que não somos, ao invés de investirmos esforços em nossa real, verdadeira, e mental transformação.


Somos complexos e múltiplos, sendo vários somos muitas vezes estranhos de nós mesmos dividindo o mesmo corpo, mas tendo vidas próprias independentes, como estranhos que moram sobre o mesmo lar, mas somos em nossa multiplicidade aquilo que realmente somos, não temos total domínio sobre o que somos, não conseguimos ser conscientes de todos os que nos compõem. Entendo que o auge da humanidade seria ser o que somos, sendo o que gostaríamos de ser, cumprindo nossa existência com o que deveríamos ser, importando menos se isto é o que os outros gostariam que fossemos. Eu sei que esta congruência de estados é muito difícil, mas possível, então nos cabe caminhar e tê-la como meta, devendo ser este alinhamento um de nossos maiores desejos.



#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O sábio é um egoísta que deu certo

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros