Gostamos de exigir

Que maior evidência pode existir para corroborar a doentia sociedade que conscientemente ou inconscientemente ajudamos a manter, do que ela própria, a sociedade enferma, corrupta, pervertida e contaminada pelo desamor, pela exclusão social, pela presunção, pelo individualismo e pela vaidade, que está pública e disponível a qualquer observação.

Muitos de nós preferimos nos esconder e fingir que não percebemos a desgraça social que cada vez mais se aproxima de nosso lar, do nosso trabalho, das escolas de nossos filhos e se alastra por todo o globo, como uma pandemia, sendo um reflexo da globalização mundial. Esquecem estes que a fome, a exclusão, o abandono e a ausência social e humana, atuam como fermento natural para a desumanidade.

Temos por padrão cobrar daqueles que abandonamos ao azar da existência, que pensem como nós, que defendam os nossos mesmos valores humanos, quando muitos daqueles excluídos sequer sabem o que significam valores humanos, posto que suas experiências de vida e realizações do viver sequer passam ao largo de qualquer humanidade.

Gostamos de exigir humanidade daqueles aos quais viramos a face de nossa própria humanidade.
Gostamos de exigir estima e apreço daqueles que desconsideramos como seres humanos.
Gostamos de exigir valores humanos daqueles que sequer valorizamos como humanos.
Gostamos de exigir que valorem as nossas vidas quando não valorizamos a vida de muitos.
Gostamos de exigir consideração daqueles que sequer consideramos como dignos de nossa humanidade.
Gostamos também de cobrar deles o perdão por toda nossa ausência social quando sequer demos a eles a oportunidade de se fazerem humanos.
Gostamos enfim de que eles acreditem que não somos nada culpados pelo estado desumano e não social de suas existências, como se a sociedade não fosse nossa responsabilidade, como se a sociedade pudesse existir sem nossa corroboração e apoio.

Eu sei que falar é muito mais fácil do que fazer, mas se nada fizermos, se nada tentarmos fazer, se nada ousarmos de transformação, aí é que aqueles que se locupletam desta situação tenderão a cada vez mais desejar e explorar. 


#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Absurdos e atrocidades