Obras maiores, milagres

Para alguns, este texto pode parecer mais do que uma simples provocação ao pensamento crítico, pode até mesmo parecer uma ofensa, mas apenas digo que sinto muito, não tenho motivo algum para ofender quem quer que seja, mas sou sincero em meu pensar, sem desejar afrontar, injuriar ou ofender, quem quer que seja. Aos mais sensíveis, ou na outra ponta aos mais fundamentalistas, de antemão peço desculpas, mas exponho o que sinto, com o único intuito de provocar alguma análise sincera. 

Baseado na própria bíblia, e no que vejo como realidade (talvez o mais correto seria dizer, e com o que não vejo), tendo naturalmente a chegar à conclusão que, pelo menos a muito tempo, que todos que se dizem cristãos, ou tendem a não serem verdadeiros, ou não sabem exatamente o que seja crer, ou então que crer seja algo que está além do ser humano, ou então (o que mais acredito) que a bíblia sendo um livro comum, é no mínimo cheia de exageros e contenha mentiras. Conforme João 14:12 e um pouco mais corroborado com João 14:13-14, lemos: 
João 14:12-14
12 - Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.
13 - E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
14 - Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
João 14:12-14

Teoricamente, dito em primeira pessoa, pelo próprio jesus, o Cristo (que todo cristão, por definição, diz crer), que a crença neste jesus é suficiente para fazer obras maiores que a dele mesmo. Me refiro a todo cristão, pois que posso naturalmente incluir assim todos os “fieis” da igreja católica, da ortodoxa, as cerca de 40.000 variações mundiais de denominações de ordens, igrejas, seitas, instituições religiosas cristãs, mas também posso, mais ainda, incluir místicos, e pessoas religiosas que não se filiaram a nenhuma religião (os sem religião) mas que creem no Cristo, além de templos espíritas e espiritualistas e quaisquer outros grupos que se digam crentes em Cristo. Como escrito pelo menos em João, dito pelo filho de Deus, que também seria ele o próprio Deus, “aquele que crê em mim fará obras maiores ainda”, entretanto, em verdade, na realidade, não vejo obras maravilhosas acontecendo, não vejo milagres. Estimasse que hoje, vivos, existam mais de 2,2 bilhões de cristãos no mundo, é verdadeiramente muita gente, tantos humanos que fica até difícil para nossa mente visualizar este enorme contingente de seres humanos, destes, muitos são líderes, padres, pastores, bispos, cardeais, papa, sendo assim muito mais que simples fieis ou seguidores, e nem por estes, como por aqueles, vejo obras fantásticas ocorrendo. Não vejo ninguém curando cegos, recuperando membros perdidos, multiplicando pão e peixe (a cura para o fim da fome de milhões de pessoas), movimentando montanhas, transformando água em vinho, ressuscitando mortos, caminhando sobre águas, falando russo ou chinês fluentemente sem nunca ter estudado, resolvendo problemas científicos sem nenhum esforço, estudo ou pesquisa, descobrindo curas para doenças muitas, em especial as que matam crianças a quem não se pode sequer alegar livre arbítrio, fazendo a terra parar sua rotação e translação, entre outras mil, e mesmo coisas mais simples, que não dependeriam de milagre algum, mas também falado pelo filho, que também seria Deus, como “venda todos os seus bens e posses e dê aos pobres”. Infelizmente, me soa até certo ponto engraçado, que no passado distante isso tenha ocorrido de forma a que muitos o vissem, mas que agora na era da comunicação rápida e fácil, da documentação direta, isto não ocorra de forma repetitiva, uma vez, que volto a repetir, mais de 2 bilhões e 200 milhões de pessoas afirmam crer naquele cristo, que segundo João, falou que todos que nele cressem seriam capazes de fazerem obras maiores que a dele. Será que falta crença nesta multidão enorme de bilhões de pessoas, fora todas as que já faleceram nos últimos anos, o que elevaria este número em mais algumas (ou muitas) centenas de milhões de crentes em Cristo, ou simplesmente eles creem, mas o que está escrito naquele livro não possui força de verdade. A minha posição é clara, pessoas honestas existem muitas, e realmente creem no Cristo, mas infelizmente é uma crença perdida, pois que aquele livro, não possui verdades maiores que qualquer outro livro, e possui muitos enganos, e as religiões são exímias catequizadoras, não permitindo em geral que seus membros, crentes de verdade, pensem sobre isto.


#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Por derradeiro o nada

Ando nervoso