Subjetividade do perceber a existência


A subjetividade do perceber a existência somente se faz absoluta na morte.

Existimos realmente, percebemos a realidade sempre de forma subjetiva, morremos absolutamente, e entendo eu, sem realizar esta morte de forma plenamente subjetiva.
  

Texto publicado anteriormente com o pseudônimo de AAlberto (Arlindo Alberto Pereira Tavares)


#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Por derradeiro o nada

Ando nervoso