VIVER

Viver é realizar um breve intervalo de tempo sempre presente, entre o nada que fomos e o nada que voltaremos a ser.
A eternidade temporal e descontínua do “eu” em nosso momento presente é transitória, o nosso realizar pode extinguir-se sem que saibamos quando, tão certo quanto o decaimento (de uma meia vida) de um material radioativo, e mesmo sabedores que nossa estadia é temporária, em muitos casos a “gastamos” de forma avarenta, vaidosa, pretensiosa, insensível, indigna e presunçosa, como se fosse possível perpetuar o que “colecionamos” ao longo de nosso presente, por toda uma eternidade, entretanto nossa eternidade se vai um dia, posto que a morte é o fato mais certo de todos, ela vem, ela virá, sem nos perguntar se a desejamos, e mesmo sem dar chances de regatear por longo tempo com ela.


Texto publicado anteriormente com o pseudônimo de AAlberto (Arlindo Alberto Pereira Tavares)










#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O que somos?

O sábio é um egoísta que deu certo

Tales de Mileto