O cérebro, sempre o cérebro

Este texto foi publicado inicialmente em 30 de janeiro de 2012.

Nosso circuito neural define quem somos, e nos dá a representação mental de nosso existir e da realidade que percebemos. 
Apesar de poderoso, nosso cérebro é uma coleção de evoluções parte aleatórias, quando do simples erro de cópia, e parte naturalmente selecionada, quando cada adaptação favorecia deixar mais descendentes, e assim não espanta saber que nosso todo-poderoso complexo neuronal possui uma infinidade de falhas lógicas, exatamente por não ser resultado de projeto algum. Mas, desta forma, continua sendo ele que nos permite existir em nossos múltiplos seres. 

O cérebro além de poderoso é plástico o suficiente para que esteja sempre se reestruturando, fazendo novas ligações, desfazendo outras, reforçando e enfraquecendo outras mais, e acreditemos ou não, sempre dormimos um pouco diferentes mentalmente do que quando acordamos. Somos um mix de definição genética, o que nos dá uma linha mestra em nosso circuito neuronal final, mas somos também muito de nossa experimentação, em todos os sentidos, o que nos permite ter um cérebro parte determinação genética e parte experimentação, desenvolvimento e vontade, e parte mais, resultado da estrutura de base química, ou de doenças, e também de efeitos eletromagnéticos.  

Eu ousaria acrescentar parte prescrição genética e parte resultado de todo envolvimento e desenvolvimento do nosso viver, incluindo também alimentação e relacionamentos. Nossa mente é tal que a parte determinação afeta e é continuamente afetada pela parte desenvolvimento. A realimentação positiva de ambos, em si mesmas e também entre elas, nos permite ser o que seriamos sendo também o que desejamos, além do que o ambiente nos faz ser, sabendo que também somos o que a experimentação do viver nos moldou. 


Entendo que quanto mais tempo para pensarmos tivermos, mais racional poderemos ser. Entendo também que quão mais urgente, emergencial e corrida é nossa necessidade de decidir, mais estaremos sendo o que o inconsciente genético-desenvolvimento de nossa mente é. Não sei se é exatamente o que acredito, ou o que gostaria de acreditar, mas é como moldo minha existência.

O quanto de cada um não sei precisar, mas entendo que varia de uma pessoa para outra, mas o que nos importa como humanos é a capacidade que nosso cérebro nos oferece de redesenhá-lo continuamente conforme nosso esforço, vontade e experimentação, mas cuidado especial é necessário pois estamos sujeitos a redesenhá-lo conforme o sistema deseja, nos induz ou nos catequiza.


#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O que somos?

O sábio é um egoísta que deu certo

Tales de Mileto