Crer que cremos

Na impossibilidade de ter uma certeza mental absoluta, eu sinceramente acredito que me seja possível crer que creio de forma crítica com pinceladas de ceticismo.

Tenho crenças, todos temos. Sem elas é impossível carregar o fardo da experiência do viver, uma vez que nos é impossível ter certeza de tudo. Onde cessa nosso conhecimento têm início nossas crenças. O problema não está nas crenças ou nos conhecimentos e sim nas falsas certezas de conhecimentos que em verdade não temos e nas crenças cegas nada aderentes aos conhecimentos e a realidade. É coerente, e muito importante para mim, definir que a crença deva andar sempre à frente do saber e do conhecer, entretanto que esta crença jamais possa ir contra estes. A crença somente pode desafiar o saber quando racionalmente esta refute o conhecer e o saber, mas para tanto ela precisa ser crítica e algo racional, e desta forma estaremos buscando construir um novo conhecer, e assim estaremos tentando transformar uma crença em um conhecer. Entre as crenças que tenho, todas derivam da certeza de que somos o que nossa rede neural é, e ela define o nosso saber e, por conseguinte as nossas crenças. Por ela temos obrigação de ser crítico no que crer e no como crer. O racional, em seu escopo, necessita do saber e do conhecer, posto assim, o racional possui um limite finito, e a partir daí se inicia a minha crença, que deveria sempre passar por uma postura mesmo assim crítica.

Agora, algo que me impressiona é a nossa capacidade introspectiva de com alguma consciência revisar nossa própria consciência, nosso conhecer e nossas crenças, direta ou indiretamente, e de forma recursiva. Desta forma, posso acreditar que seja possível crer que apenas creia de forma crítica, mesmo sabendo que na realidade, como todos, eu tenho um circuito neural falho, e mesmo acreditando que sempre sou crítico, no fundo muitas vezes sou levado por induções, generalizações, preconceitos, por priming mental, e assim sou algumas vezes levado a tomar o desconhecido pelo conhecido, e desta forma fica claro que tendemos a não conseguir sempre manter nossas crenças envelopada por uma postura crítica real.

Impossível ter completo domínio e total consciência sobre tudo que fazemos ou que pensamos, mais impossível ainda, afirmar sermos racional e crítico o tempo todo.


#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Por derradeiro o nada

Ando nervoso