Felicidade

É impossível que eu encontre uma felicidade plena enquanto alguns (muitos) sofrem. Mais difícil ainda é realizar a felicidade humana enquanto crianças padecem de abandono, da exclusão social, do sofrimento, das dores físicas e mentais, ou da miséria. Isto também não implica em um sofrimento pleno. Como seres reais em um mundo real, a felicidade plena é uma utopia, pelo menos para os que não se alienam do mundo que o cerca. Vivemos um misto de paz e de sofrimento, de alegrias e de tristezas, de felicidades e de dores, assim é o viver real. Impossível não ficar feliz com o nascimento saudável de um filho desejado, impossível não ficar sofrido com a doença deste mesmo filho, impossível não ficar feliz com sua primeira casa própria, impossível não ficar arriado com o incêndio de seu lar, impossível não ficar feliz com a formatura de seu filho, impossível não ficar triste com as milhares de mortes em um terremoto, e assim por diante. Viver é viver em uma sucessão de fatos e eventos que nos levam de um lado de felicidade para outro de algum sofrimento. Cabe-nos aprender a aceitar isto, e a aproveitar ao máximo, o que o respeito à vida permita, os momentos de felicidade e de alegria, sabendo que como não temos o total controle sobre a realidade, podemos estar a caminho de momentos mais dolorosos e sofridos. 
Como viver o humano sem viver juntamente o social?
Como viver o social sem estar realmente envolvido com ele?
Como ser plenamente feliz, se somos humanos e deveríamos ser seres sociais?
Como ser seres sociais sem se comprometer, sem comungar, sem se sentir um ser responsável, sem a real comunhão humanitária para com todos? 


#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Por derradeiro o nada

Ando nervoso