MORTE

A morte é um destino tão certo e verdadeiro que nem mesmo o bíblico filho de um deus dela escapou. Não há ceticismo, esperança ou fé que dela nos afaste. De todos os nascidos, de uma forma ou de outra, todos morreram, e os que ainda não se foram, estão cada vez mais próximos de sua morte. Isto apenas aumenta nossa responsabilidade enquanto vivos, isso eleva em muito a beleza do viver, a importância de podermos ainda estarmos aqui realizando nosso breve interstício de vida, entre o nada absoluto que já fomos, e o nada absoluto que eternamente voltaremos a ser. O que pode perdurar é a lembrança do que fomos, são as possíveis obras que ajudamos a fazer, são os exemplos que podemos ter deixado. E aí, como seremos lembrados quando nos formos? Será que alguém se dará ao trabalho de sequer lembrar de nós? Ninguém deve viver pensando em deixar lembranças, vive-se o presente, vivemos a vida que temos, o depois, não mais nos pertencerá, entretanto o como vivemos, o como nos posicionamos, o como agimos, o como nos portamos e o compromisso que podemos ter para com a essência do viver, a natureza e a sociedade, podem fazer alguma diferença entre sermos completamente esquecidos, ou termos pessoas que se lembrarão de nós. A única pergunta que realmente me faço quanto ao futuro é: meus filhos terão prazer de minha lembrança, ou se envergonharão do pai que tiveram? O resto! É somente o resto.
 




#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros

O sábio é um egoísta que deu certo

Ciúmes