Quantas escolhas fazemos ao longo do tempo?

Quantas escolhas fazemos ao longo do tempo? Muitas? Mas quantas são realmente escolhas nossa? Quantas não somos empurrados, de roldão, como um rolo compressor que nos faz ter de escolher? Quantas escolhemos sem base alguma? Quantas escolhemos para sermos aplaudidos pelos outros? Quantas escolhemos induzidos, seduzidos, convencidos ou doutrinados pelo próprio sistema, pela mídia, pelos poderes que nos cercam e tentam sistematicamente nos moldar e nos converter? Quantas escolhas outros fazem por nós, algumas até de boa vontade, por pais, responsáveis, tutores ou amigos? Realmente fazemos muitas escolhas, é da vida, é do viver, mas por este mesmo viver onde a liberdade é uma doutrinação subliminar, onde a própria liberdade é vista como perniciosa, quantas realmente fomos nós que fizemos, e destas quantas realmente a fizemos de forma crítica e racional? Quantas realmente fizemos no domínio total de nossa liberdade de acertar e de errar?

Não estou retirando a responsabilidade do alcance das escolhas, elas são reais, e são feitas por seres subjetivos que existem, assim sendo, são responsáveis pelas escolhas que fazem ou que se omitem de fazer. Muito menos gostaria de que pudesse pairar qualquer impressão de que algo transcendental possa participar das escolhas, não, nunca. O que simplesmente me boto a pensar é quantas vezes fazemos escolhas induzidos, “ancorados”, “obrigados”, ou sem investir o mínimo esforço mental nas análises de risco, alcance e abrangência de nossas escolhas. Quais teriam sido nossas reais intenções ou interesses, comprometimento ou alienação, conhecimento ou indução, em cada uma de nossas escolhas.

Texto publicado inicialmente no G+



#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O que somos?

O sábio é um egoísta que deu certo

Tales de Mileto