Tolerância

Gostaria de gastar algumas palavras falando sobre a tolerância, este termo me incomoda, é claro que ser tolerante é melhor do que nada, entretanto o termo em si, pelo menos para mim, traz um certo incomodo, pois que me passa a ideia de que o que tolero, é no fundo algo que entendo errado, mas que graças a minha boa vontade, acabo por aceitar. E não deve ser assim, o conceito não pode ser o de tolerar, mas o de aceitar plenamente, o de compreender que aquilo não traz nada de prejudicial, de pernicioso, de desumano, e que por isso, são meus valores, meus princípios, meus tabus e preconceitos que devem mudar, para incluir aquilo a que pedem tolerância, como algo normal, como algo natural, como algo humano. 

Fui na internet, e busquei fragmentos de significados ao termo tolerância, em diferentes sites e os mostro abaixo. Note que alguns termos, realmente reforçam minha visão acima. Ser tolerante é melhor do que ser intolerante, mas ele ainda assim, mantem a segregação, eu apenas aceito, eu não concordo, mas sendo superior, condescendo para manter um certo equilíbrio de paz social. Sinceramente, não é isto que espero do ser humano. Se algo é realmente errado, perverso, desumano, eu não posso sequer pensar em tolerar. Não pode haver tolerância com estupradores, com corruptos, com agressores de mulheres, com assassinos a sangue frio, com maltratadores de animais, contra estes e muitos outros casos, preciso sim da ousadia de claramente me colocar contrário a isto, e de tudo fazer para acabar com isto. O que precisamos nós, humanos, é rever nossos conceitos, nossos valores, nossos paradigmas e perceber que ser diferente não é defeito, que ser dissemelhante não é desumano, que ter visões impares não é indignificante, pelo contrário, as diferenças são benéficas para a sociedade, pois lhe dá vida e força de superação, assim como diferenças biológicas nos dão maiores capacidades de sobrevivência e adaptação, e nestes casos não cabe apenas tolerância, cabe plena e total aceitação, cabe incluir estas diferenças como parte natural do leque de nossos bons valores. Não sei se consegui passar o que sinto quanto ao termo tolerar, e o quanto luto pela inclusão, pela aceitação plena, pela revisão de nossos valores, nossos conceitos e nossos paradigmas (ao que em nada macule nossa dignidade humana). A tolerância seria algo como que uma arrogância contida, e a aceitação plena seria a inclusão total dos diferentes e das diferenças como algo natural, humano e social.

Pequenos fragmentos retirados da internet com destaque a alguns termos que me incomodam no conceito de tolerar.

Ato ou efeito de tolerar; indulgência, condescendência.
A tolerância, do latim tolerare (sustentar, suportar), é um termo que define o grau de aceitação diante de um elemento contrário a uma regra moral, cultural, civil ou física.
Condescendência ou indulgência para com aquilo que não se quer ou não se pode impedir.
A tolerância é o ato de indulgência perante algo que não se quer ou que não se pode impedir.
Uma pessoa tolerante normalmente aceita diferentes opiniões ou comportamentos diferentes daqueles estabelecidos pelo seu meio social.
Disposição ou tendência para perdoar erros ou falhas; condescendência, indulgência



#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros

O sábio é um egoísta que deu certo

Ciúmes