Um pai pode não ser melhor que uma mãe

Um pai pode não ser melhor que uma mãe. Mas e daí? Eu sou pai, pelo bem dos filhos, um pai não precisa ser melhor que a mãe, o pai precisa ser o melhor que puder ser pelo amor, pelo bem, pela criação, pelo preparo, pela educação, pela curiosidade e pela liberdade mental de seus filhos. Um pai pode, com a mãe, ser mais do que dois, o amor pelos filhos não faz soma aritmética de pai e mãe, faz transformação exponencial, faz produto, faz dos pais, muito mais que pai e mãe em separado... 

Filhos não precisam da concorrência dos pais. Quem é o melhor? Isso de nada vale. Filhos não precisam da competição entre os pais, e sim da união, da comunhão dos pais, não necessariamente entre si mesmos (o que com certeza seria ótimo, mas não necessário), mas sim da comunhão e da união honesta e compromissada na criação plena daquele filho, de cada um dos filhos, de todos os filhos, biológicos ou adotados.

Por alguma razão não me sentia confortável quanto a publicação deste texto, com receio de que pudesse ser mal interpretado quanto a pais separados, pais únicos na criação (decorrente de abandono, separação, morte de um dos dois, doenças invalidantes ou outros), ou mesmo pais homossexuais. O amor por um filho, natural ou adotado, é algo fantástico, e tem o poder de agir mentalmente sobre aqueles que verdadeiramente se responsabilizam, amam e se comprometem de corpo e mente com a criação plena daquela criança, daquele filho. Um pai ou uma mãe, que em separado por qualquer razão que seja, ou que sejam homossexuais, que se comprometam com a boa criação de um filho, sofrem também a beleza da força transformadora do amor, que os faz se multiplicarem a si mesmo.

"Microtexto" publicado inicialmente no G+



#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Apenas uma teoria? Como muitos podem ser tão ingênuos, doutrinados ou interesseiros

Nem sempre o verdadeiro há de ser real

Absurdos e atrocidades