Humildade

A humildade não é um dom, não é mistério algum, ou dádiva alguma. A humildade é uma escolha, um desejo, um compromisso, uma forma natural de se relacionar com o mundo e conosco mesmo. Ser humilde não implica apenas em um comportamento interpessoal ou profissional, em relação a pessoas ou grupos de pessoas, é um estado de ser construído em vontade e em comprometimento, em percepção de ser e de viver, sendo ela, a humildade, ampla, cobrindo todo e cada ato, todo e cada pensamento, todo e cada comportamento, envolvendo sensibilidade, bem querer, honestidade de ser e de agir, compromisso respeitoso para consigo mesmo, e para cada “alvo” de nossas ações, cada objeto de comportamento, e cada atitude pensante. Envolve assim, muito mais que pessoas, envolve todo o social, o natural, a natureza que nos cerca e suporta, envolve conhecidos e estranhos, envolve a vida, nosso relacionamento com a fauna e a flora e com seus nichos ecológicos, além de toda a estrutura física de nosso planeta, envolve assim todo e qualquer dos nossos relacionamentos, inclusive conosco mesmo, e mesmo a sós.

Ser humilde, em essência e em verdade, não é fácil, pois implica em constantemente estar encontrando o ponto equilibrante entre se doar de corpo e alma mental, sem se deixar perder de si mesmo. Isto implica em olhar e ver o próximo, a natureza, o todo, como algo sublime e majestoso, mas nunca deixando de se achar também como parte importante deste todo sublime e majestoso.




#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O que somos?

O sábio é um egoísta que deu certo

Tales de Mileto