Lattes e sua crítica aberta a Einstein em defesa de Poincaré


Henri Poincaré, o matemático, o pensador, o ser humano, e porque não o cientista Poincaré, é um daqueles humanos de quem muito gosto. Aprendi a respeitá-lo baseado em dois livros dele a que tive acesso de leitura, bem como a referências aqui e acolá, de outros matemáticos, pensadores, humanistas e cientistas. Poincaré é um daqueles, que se não morto estivesse, adoraria passar várias horas com ele, conversando, apreendendo e aprendendo, ele está, sem dúvida, entre aqueles que mais respeito.

Ele foi um daqueles que desde o início, apoiou e defendeu a teoria da relatividade, mesmo enquanto cientistas de renome da época ainda não a “compravam” facilmente. Isto eu já sabia, além de sua linha humana de ser, a muito tempo, entretanto eis que lendo um livro do brasileiro Mario Novello, “Os cientistas de minha formação”, me deparo com uma referência ao grande Cesar Lattes, e descubro que: Cesar Lattes tinha certa reserva quanto a Einstein, e vejam só a causa, a defesa do grande Poincaré. Lattes não admitia, e se revoltava com Einstein simplesmente porque foi o Poincaré quem primeiro modelou as leis de transformação entre sistemas de observadores inerciais, e Einstein em nenhum de seus primeiros trabalhos apresentados, e nem nos seus mais famosos artigos, fazia referência a este fato, excluindo assim Poincaré desta teoria. Hoje, este fato, o de que foi Poincaré quem, antes de Einstein, havia modelado a citada acima, “lei” de transformação, é fato público, reforçado por muitos trabalhos de sérios historiadores. Já na época, Lattes acreditava piamente, ser de Poincaré os principais comentários e insights sobre os quais estava assentada a teoria da relatividade especial ou restrita. Se utilizar de outros cientistas e matemáticos, ou mesmo de insights de outros pensadores não é nada errado, pelo contrário é coisa comum no avanço científico, que por si só é um empreendimento social e crescente. O que incomodava e indignava fortemente o físico e pensador brasileiro, Cesar Lattes, era a não aparente humildade de Einstein em assumir isto desde o início, o de que mesmo que somente os insights tinham origem no mínimo também em Poincaré. Entendo este fato, esta passagem com Lattes, como bastante legal, por servir de amostra da força e do caráter humano deste brasileiro, por mostrar a responsabilidade intelectual do grande Cesar Lattes, e sua total independência de criticar abertamente e bater de frente contra o endeusamento que faziam de Einstein, sem demonstrar medo algum de que isto pudesse atrapalhar sua carreira, melindrar pares, ou que lhe angariasse antipatia do establishment. 


PS: Cesar Lattes, entre muitos trabalhos, foi um dos responsáveis diretos na descoberta da partícula chamada Méson PI e desta forma facilitou e ajudou a abrir caminho para a moderna física de partículas elementares. 




#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Por derradeiro o nada

Ando nervoso