Nunca somos senhores absolutos de nosso viver


Nunca somos senhores absolutos de nosso viver, mas isto não pode significar que abdicamos do direito de tentar. Como humanos, parar, pensar e decidir, sempre nesta ordem, fazem a diferença.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Não creio que exista alguma lei do retorno

Não perca tempo tentando provar que você é uma boa pessoa

Carta de Richard Dawkins para sua filha, quando ela (Juliet) completou 10 anos

Educação