O genoma não é como uma planta ou um esquema de engenharia

Cérebros, humanos ou não, minúsculos ou volumosos, centralizados ou distribuídos, não são projetos, como nada em um ente biológico. O genoma, a carga genética que cada ser vivo possui, de uma maravilhosa bactéria, como de um estupendo leão, não pode ser confundida ou entendida, com nada parecido com uma planta ou um esquema de engenharia, e eu ousaria dizer que com boa vontade e certa abstração, o genoma estaria muito mais para uma receita, traz normas, regras, diretrizes básicas, mas nunca especificações precisas e detalhadas do corpo físico a ser “construído” e mantido, traz características que servem de escopo geral, mas que impossibilita, tal como em uma planta ou esquema de engenharia bem feita, associar cada detalhe da planta ou do esquema a um detalhe específico do objeto construído, e vice e versa, cada detalhe do objeto em si a um ou mais detalhes das plantas e esquemas que o projetaram. Na relação genoma corpo biológico, esta relação direta não existe. O resultado final depende, é claro, bastante, do genoma que o compõe, mas depende também de inúmeros outros detalhes e interfaces. 

Apenas para facilitar esta visualização, pensemos em um vegetal adulto que permita a poda. Visualize bem a planta “adulta”. Tire fotos detalhadas da distribuição da folhagem, da ramificação do tronco e galhos, da distribuição das flores e frutos (se tiverem). Agora proceda a poda, o mais rente da raiz possível. Espere a planta “crescer” de novo, e observe então, detalhadamente, seus tronco, galhos, folhagens, flores e frutos, e você facilmente perceberá e entenderá que o genoma dirigiu o “crescimento” da planta mantendo semelhança estrutural e bioquímica com a anterior, mas em si, o novo ser, a nova planta, é diferente da anterior em sua forma física, o que é bem diferente de esquemas e plantas de engenharia, onde se descontruirmos parte do objeto, e o reconstruirmos baseado em suas plantas e esquemas, o objeto refeito ou reconstruído, o novo objeto, será cópia idêntica e fiel do anterior. Um ser vivo, ao contrário, é dinâmico até nisto. Tudo isto é verdadeiro para o corpo físico, e é claro também para seus elementos formadores, órgãos e tecidos, e assim é verdadeiro também para o cérebro. Alimentação, medicação, doenças diversas, intoxicações, stress, motivação, pancada, carinho, sofrimentos, amor, ambiente natural, social e até mesmo cultural, e a própria gestação em si, entre outros, moldam, estruturam e o modificam, física e funcionalmente, um cérebro, além de sua natural característica plástica, que por si só já dificultaria qualquer associação a plantas e esquemas de engenharia.     




#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Por derradeiro o nada

Ando nervoso