Um pouco de mim 2 - Coletânea de microtextos publicados inicialmente nas redes

Algumas pessoas confundem docilidade com fraqueza, humildade com medo, gentileza com interesses, sensibilidade com fragilidade, simplicidade com impotência, e frieza com debilidade... posso ser dócil, humilde e gentil, e o sou por escolha, por vontade, por tentar construir um amor sincero, mas por favor não me testem, não sou equipamento para ser medido, não sou peça para ser testada e nem sou perfeito para ser provocado...

---

Quem maltrata outros animais (devemos ter em mente que homo sapiens sapiens é um animal), só não maltrata humanos (se o não faz as escondidas) porque teme algo, teme ser pego, mas ele maltratará humanos assim que tiver alguma certeza que poderá fazê-lo sem ser pego. 

---

Hoje é dia de eclipse solar. Algo bem natural. Que tal se aproveitássemos esta deixa para sairmos detrás das sombras de nossos possíveis preconceitos, de nossas possíveis superstições, de nossas crendices, de nossos tabus, de nossos dogmas, de nossos fundamentalismos, de ...

---

Esperar é uma necessidade, é um fato, muitas coisas, talvez a maioria delas requer e necessita de um tempo, de um ou vários ciclos (eu costumo provocar dizendo que não adiantam 266 mulheres para termos um filho em um dia) , mas quem foi que disse que devemos esperar sem questionamentos, sem crítica, sem análise, sem desconstrução, esperar sem saber o tempo, sem saber sequer se é possível, sem saber se pelo menos o necessário já existe, é perda de tempo, me parece um pouco mais com a cega e sem utilidade esperança.

---


Boas intenções, diz quem você poderia ter sido, mas são seus atos e seu comportamento, seu compromisso e sua sensibilidade, sua doação e seu respeito, suas lutas e suas obras, aquilo que realmente mostra quem você é.

---

O que será que leva a algumas (infelizmente muitas) pessoas a trocarem as dúvidas interessantes da realidade, pelas certezas no mínimo desajuizadas, de revelações, ou de autoridades de um saber? 

---

"A menor das boas ações é muito melhor que a maior das boas intenções." Frase ligeiramente adaptada do que li por aí: "A menor das ações é melhor que a maior das intenções."

---

Não repare nos outros. Repare um pouco no que falam e escrevem, mas se você quer mesmo tentar entender um pouco melhor os outros, repare no que fazem, no como fazem, no para que fazem, no para quem fazem, e o onde e quando o fazem, uma vez que reparar no que sintam ou pensam é ainda impossível...

---

Podemos tentar "dividir" com os outros as nossas verdades, podemos tentar induzir nos outros as nossas vontades, mas as nossas saudades, são unicamente nossas, a emoção sentida, os sentimentos envolvidos, as lembranças do que foi, são nossas, somente nossas. Isto não é bom e nem ruim, apenas um fato, e jamais pode ou deve ser justificativa para "vivermos" neste passado ou deste passado, entretanto jamais viveremos sem este passado.

---


Uma das melhores coisas que podemos "dar" para nossos filhos é asas, e ousadia, coragem, curiosidade e coerência para as usar, entretanto existe outra coisa que deve acompanhar a liberdade e a capacidade de se libertarem, são as raízes, mas nunca as raízes que os prendem e que os impossibilitem de voar, mas sim as raízes da responsabilidade e do respeito, raízes que os fazem ter mais coragem ainda pois que por um lado têm em quem confiar e em quem encontrar apoio, e por outro saberão que sempre encontrarão um porto amoroso para recuperarem forças, ou mesmo apenas para descansarem.

---

Mais de uma vez me perguntaram “porque você se incomoda se alguém reza para um deus que você não acredita existir?”.
Era uma pergunta meio sem sentido para mim. Mas eu tentei responder:
Em absolutamente nada me incomoda se crentes rezam para um deus inexistente, mesmo se desejassem passar as 24 horas do dia dentro de igrejas ou templos rezando. O que me incomoda não é a reza em si, e sim o comportamento fora das igrejas e templos, a intromissão nas escolas, o envolvimento com o estado, a tentativa de retirarem direitos e liberdades naturais a quem quer que seja. O que me incomoda é o falseamento de verdades, as catequeses de crianças, a intromissão na vida dos outros com o poder econômico, político e midiático que possuem muitas religiões. O que me incomoda é a tentativa de fazer valer seus valores, seus preconceitos, suas regras, suas doutrinas, como se verdade absolutas fossem. O que me incomoda é o fundamentalismo, o fanatismo, as ilusões vendidas, o enriquecimento das religiões. O que me incomoda são as guerras religiosas. O que me incomoda são as autoridades do saber. O que me incomoda são as revelações como se verdade pudessem ser. Não são as rezas que me incomodam (pelo menos não é o que mais me incomoda), em hipótese alguma é a religiosidade natural que me incomoda, como diria Saramago, o que me incomoda são as religiões, é a doutrinação. O problema das rezas conforme preceitos das religiões, é unicamente o de que a pessoa já está doutrinada para crer em uma impossibilidade natural, e terá como verdade, e o que é pior, como ato de fé e de máxima humanidade, agir e direcionar a sociedade, as leis, a educação e os poderes, a estarem alinhados com suas crenças pois que acreditam seriamente estarem fazendo o melhor para a sociedade e para cada humano em separado. 

---

Amigo
Onde bate um coração Amigo, aí encontramos um porto seguro. Não necessariamente um porto salvador, mas sempre um porto de entendimento, sensibilização e compreensão.
Aquele que espera em um amigo, alguma salvação, não entendeu de forma humana, plena e sensível o que é uma amizade.

---

Seres inteligentes não destruiriam seu habitat, seu planeta, sua chance de viver.... Lembrem-se todos não há "planeta B", pelo menos por um longo tempo ainda.... 
Variação de algo que li por aí...

---

Você ou eu podemos não ter nascidos para sermos estrela, mas tenho a certeza que nascemos para ser, pelo menos, um planeta, um com magnetismo próprio e cheio de vida, depende um pouco de nós esta percepção, e a capacidade de trabalhar para isso acontecer..

---

Eu sinceramente creio que sempre podemos aprender algo novo, que sempre podemos deixar a curiosidade nos mover pela busca de novos saberes, novos conheceres e novos despertares, e que sempre será interessante neste caminhar, ter a dúvida como aliada, ter um estado crítico como parceiro e finalmente ter a mente liberta como meio. A sensação final que disto resulta é algo maravilhoso, e que não somente creio que todos deviam cultivar, mas sinceramente acredito também que quem dela já experimentou, se inebriou.




#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O que somos?

O sábio é um egoísta que deu certo

Tales de Mileto