Não pode importar

Não pode importar nossa origem.
Não deveria importar nossas crenças e descrenças.
Não merece importância nossa classe social, nosso gênero, nosso estado civil.
Não deve importar nossa cor, nossa orientação sexual, nossa cultura ou etnia.
Deveria apenas importar nossa humanidade, nossas realizações e a forma como construímos (ou tentamos construir) nosso viver.

Abominemos todas as segregações, preconceitos e discriminações.

Todos nascemos muito parecidos mentalmente. Não nascemos tábula rasa, mas a educação e nossas experiências de vida vão reestruturando nossas redes neuronais, entretanto em essência somos, em geral, todos parecidos, únicos, diferentes em detalhes, mas semelhantes em espécie e em essência do viver.

Agora, se a ética e o Amor humano não forem suficientes para nos integrar, se o respeito e o compromisso humano não for o bastante para nos unir, se a sensibilidade e a natureza humana não tiverem a cola social necessária para nos agregar, que pena, que triste, que vergonhoso... mas não podemos aceitar calados esta situação, não podemos nos eximir de nossa responsabilidade por esta busca, não podemos nos alienar e nem nos omitir, a luta se faz necessária...


Publicado inicialmente em agosto de 2011



#ateu
#ateuracional
#livrepensar
#ateuracionalelivrepensar
ateu
ateu racional ateuracional
livre pensar   livre pensador   livre pensadores

Sou um ateu racional e um livre pensador, ou melhor, eu sou um ateu que tenta ser (que se compromete a ser) racional e livre pensador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

O que somos?

O sábio é um egoísta que deu certo

Olhar-se e perceber-se