Lua


Lua da minha vida
Lua da minha Terra
Terra
Terra da minha vida
Terra da minha lua
Do meu luar
Do meu voar
Do meu amar

Ser que é Lua
Que como Lua se faz Terra
Que sonha e existe
Mas que só sonha porque existe

Lua pedaço da Terra
Terra bocado maior da Lua
Parte bivalente do conjunto que se faz uno
Terra que sem lua
Não seria a Terra
Estaria nua.

Lua
que o céu embeleza
fonte de misteriosa beleza
Lua que arrebata, deslumbra e seduz
Lua de tantos cantos
Lua de quantos contos
Lua de encontros e desencontros
De encantos e desencantos
Lua que lentamente se afasta da Terra
Terra que lentamente sofre
Que antecipadamente submerge
Pela dor e saudades da lua que aos poucos se vai
Pela separação que já antecipadamente chora...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livre arbítrio

Por derradeiro o nada

Ando nervoso